Anvisa autoriza venda de medicamentos com substâncias presentes na maconha

Medicamentos com substâncias presentes na maconha poderão ser vendidos no Brasil. A Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a produção, registro e venda de remédios a base de tetrahidrocannabinol (THC) e Canabidiol.

 

Essas substâncias estão presentes na folha de maconha e são usadas no tratamento de esclerose múltipla e crises de convulsão. O medicamento será comercializado com as mesmas regras de prescrição que atualmente são utilizadas para medicamentos entorpecentes e psicotrópicos de uso médico, com receituário especial e registro em sistema especial de monitoramento da Anvisa. A decisão vale para medicamentos em concentração de no máximo 30 mg por mililitro.

 

“O medicamento terá a tarja preta e só poderá ser vendido com prescrição médica especial, que é aquele formulário que o médico tem, numerado. Quando vendido, a farmácia terá a obrigação de registrá-lo no Sistema Nacional de Controle de Medicamentos, que é gerenciado pela Anvisa, para que possamos monitorar se está havendo algum desvio ou abuso na sua prescrição”, disse o diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa.

 

A agência também modificou a regra para tornar mais fácil a importação de produto de canabidiol, permitindo que os pedidos com documentação completa sejam analisados com prioridade.

Compartilhe esta notícia nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Atenção! Os textos, fotos, artes e vídeos do Mais Completo estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em quaisquer outros veículos de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. Sinta-se a vontade para compartilhar nossos conteúdos em suas redes sociais!