Motorista da APAE Curvelo é preso por estupro; instituição esclarece caso em nota oficial

A Policia Militar foi acionada nesta sexta-feira, dia 20, para atender uma ocorrência de estupro na APAE Curvelo. O motorista H. L. S., de 46 anos, foi preso por estupro de vulnerável envolvendo uma assistida de 14 anos com retardo mental moderado.

 

Logo após ser comunicada do fato, a diretoria da APAE acionou a polícia militar que prendeu o envolvido em flagrante, mesmo não havendo conjunção carnal. O estupro de vulnerável é considerado crime mesmo com o consentimento da vítima.

 

Nota oficial da APAE

Em nota oficial, a diretoria da APAE destaca que não aceita nenhum tipo de postura criminosa contra seus assistidos e que trabalha há 45 anos com seriedade na defesa da pessoa com deficiência.

 

“A diretoria da APAE destaca a seriedade dos trabalhos desenvolvidos na defesa dos direitos da pessoa com deficiência e não aceita nenhum tipo de postura criminosa contra seus assistidos. Este caso tem sido distorcido nas redes sociais de forma antiética e tal fato não pode prejudicar esta instituição que, no auge dos seus 45 anos, sempre empreendeu todos os esforços possíveis na busca da dignidade da pessoa com deficiência intelectual e múltipla”.

 

Reunião com os pais

Na nota oficial, a APAE Curvelo destaca que os pais dos alunos foram convocados para uma reunião nesta terça-feira, dia 24, para esclarecer o ocorrido.

 

Compartilhe esta notícia nas suas redes sociais!
error: Atenção! Os textos, fotos, artes e vídeos do Mais Completo estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em quaisquer outros veículos de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. Sinta-se a vontade para compartilhar nossos conteúdos em suas redes sociais!