Lei determina prazo para realização de exames de diagnóstico de câncer

Uma nova lei estadual determina que o Sistema único de Saúde (SUS) deve realizar, no prazo máximo de 30 dias, exames complementares destinados à comprovação de câncer. A norma foi sancionada pelo governador Fernando Pimentel (PT) e publicada no Diário Oficial de Minas Gerais.

 

De acordo com a Lei 22.433/17, de autoria do deputado estadual Doutor Wilson Batista (PSD), a contagem do prazo se dará a partir de laudo médico que especifique as manifestações clínicas que indicam a hipótese diagnóstica de neoplasia maligna, o câncer.

Compartilhe esta notícia nas suas redes sociais!
error: Atenção! Os textos, fotos, artes e vídeos do Mais Completo estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em quaisquer outros veículos de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. Sinta-se a vontade para compartilhar nossos conteúdos em suas redes sociais!