Uso inadequado de eletrônicos pode causar choques e explosões

Celulares, smartphones, tablets e notebooks fazem parte do nosso dia-a-dia e o uso constante, e muitas vezes descuidado, pode acabar  sendo perigoso.  Depois de um acidente doméstico que chamou a atenção, há alguns dias, em Belo Horizonte, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) dá orientações para evitar contratempos.

 

Os bombeiros alertam que mesmo carregadores em bom estado de conservação aparente podem estar com problemas. Não é recomendado que os aparelhos fiquem recarregando no banheiro da casa. A umidade pode interferir, causando choques e curtos-circuitos.

 

O uso excessivo de benjamins nas tomadas, por exemplo, também pode gerar uma sobrecarga de energia e afetar toda a rede elétrica local. A manutenção periódica na rede elétrica da residência é uma boa pedida.

 

Um outro descuido comum é usar o equipamento durante a recarga, o que pode provocar choques, principalmente se a pessoa estiver descalça em piso molhado ou com o corpo úmido após o banho.

 

Também é recomendável reduzir o uso contínuo e prolongado dos aparelhos, como em casos de campeonatos de jogos online com o aparelho conectado à tomada. Do contrário, pode ocorrer superaquecimento e possível descarga elétrica.

 

Além disso, não se deve deixar o aparelho recarregando em cima da cama ou próximo a produtos, equipamentos e objetos inflamáveis.

 

De acordo com o sargento e especialista em atendimento pré-hospitalar – APH, do CBMMG, Benedito Eduardo, as consequências de se usar aparelhos conectados a tomada variam e podem ser graves. Além de queimaduras, a vítima pode ter parada cardiorrespiratória, ficar inconsciente e precisar de atendimento médico.

 

Foto: apdk via Visual Hunt / CC BY

Compartilhe esta notícia nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Atenção! Os textos, fotos, artes e vídeos do Mais Completo estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em quaisquer outros veículos de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. Sinta-se a vontade para compartilhar nossos conteúdos em suas redes sociais!